Follow by Email

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Aproveitando a viagem

Bacopari

Sempre morei no Rio Grande do Sul. Sempre achei que conhecia o Rio Grande do Sul. Sempre achei que sabia falar do Rio Grande do Sul. Sempre vivi achando de mais.
Ninguém conhece o Estado onde mora até visitar lugares onde não moraria nem a tapa. Com certeza eu não moraria onde passa um carro a cada dez minutos. É contra minha necessidade por multidão. Eu preciso ouvir barulho, nem que seja do ventilador.
Mas lá estava eu em Bacopari. Uma cidadezinha que fica perto de Mostardas, Palmares, da praia de Dunas Altas (que tão pouco sabia existir) e de onde mais quiserem que fique, por que todos acham que tudo é perto mesmo. Acredite, se um morador de uma cidade pequena diz que o “raio que o parta” fica logo ali, se prepare pra chegar lá amanhã. Não sei o que eles entendem por logo ali, mas com certeza não é a mesma coisa que eu entendo.
Voltando a Bacopari. Cidade pequena, pessoas simpáticas, cachorros, uma lagoa linda, dunas perfeitas de um deserto amplamente gigantesco, apenas uma operadora de celular (que óbvio não era a minha) e um mar que dizem existir, mas que até hoje eu não achei. Vi o mar de longe, mas acho que era miragem.
Se estiver a procura de diversidade, vá a Bacopari e suba dunas, desça dunas, suba novamente, desça novamente e assim sucessivamente nesta mesma ordem durante horas. Vá à procura do mar pelas dunas, você vai achar, se quiser. Quando estiver no meio das dunas vai ficar hipnotizado com tanta beleza. Só não esqueça de deixar pegadas caso queira voltar pelo mesmo lugar.
Prometi que volto lá para chegar até o mar a pé. É uma questão de honra. Mas não vou voltar só pelo mar. Quero voltar por que lembrei de minha infância. As crianças são simples como há tempos eu não via. As meninas com 12 anos sentadas na varanda só pra ver o garoto de quem estão de olho passar de moto sem camisa e sem capacete, afinal qual é o guardinha que vai ir até lá.
Pessoas simples fascinam. Lugares simples fascinam. Descobri que o mato, o verde, a falta de casas e prédios me fascina. Gosto de passar por lugares sem movimento. Por horas, horas e horas. O Rio Grande do Sul é maior e mais belo do que muitos pensam. Adoro a terra em que vivo. Apesar de não conseguir me sentir em casa.
Sempre morei no Rio Grande do Sul. Mas minha cabeça nunca esteve aqui... Um dia eu vou busca - lá, quando descobrir onde está. Mas não estou à procura, pois estou a 22 anos aproveitando a viagem. (Agora 23)

Arte nas areias de Bacopari



Débora Souza - 27.01.09

5 comentários:

  1. Sabe que eu nasci e me criei aqui em SP, mas não conheço quase nada também, adoro poder andar por aí e conhecer lugares bonitos...
    E, como eu disse antes, tenho muita vontade conhecer o Sul =)

    Beijoos

    ResponderExcluir
  2. Gostei do lugar. Aprecio lugares tranquilos.
    Bom, eu moro no Rio de Janeiro e falta muita coisa para conhecer.
    Um passeio que turista gosta de fazer e eu nem tô aí é ver o Cristo Redentor. Pão de Açucar...e essas coisinhas básicas.
    Beijos !

    ResponderExcluir
  3. Percorrer, caminhar e nunca conhecer.... Nesse caso, é bom! Sinal de que muito ainda tem à descobrir. Fica o gostinho da saudade e às vezes a interrogação que faz lá voltar.

    IPC: Lindo o desenho do seu layout! Você quem o fez?

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Ahhh! Nada de só fofo... É lindo demais, perfeito. Além de escrever muito bem, ainda desenha... Parabéns!
    Coloque outros, vou adorar ver.

    Beijinhos e \0/ upa!

    ResponderExcluir
  5. GOSTEI.
    FICARIA POR UNS TEMPOS...

    ResponderExcluir