Follow by Email

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Ter o dom


Esse senhor simpático ai na foto é Flavio Scholles. Quem olha não diz que é um pintor famoso e quem conversa, também não.
Scholles é um dos Artistas Plásticos mais simpáticos do RS, apesar de ser um dos mais famosos também, não só o RS, mas do Brasil inteiro. Suas obras são conhecidas em todo o mundo. E acredite, ele é mais conhecido fora do Brasil, do que pelo nosso povo.

O que me chamou realmente a atenção nesse artista, é que ele sente prazer em contar a história de todos os seus quadros e dar atenção a quem lhe visita. Além de tudo, o cara é um gênio do conhecimento. Ele tem conhecimento saindo pelo nariz. O cara é do tipo UAU.

E olhem esta foto de seu ateliê. Quando começou a construir, foi aumentando aqui, esticando ali e quando viu, o lugar era uma cruz.

Localidade? Morro Reuter

Site? UAU

Outros Artistas UAU do RS. Neves , Scheffel , Carlão . Tem muito mais, mas eu preferi clocar apenas alguns queridicimos de minha cidade, NH.

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Das merdas que eu faço na vida

Todo mundo faz merda. Políticos fazem mais do que só merda, mas isso deixa lá.


Eu odeio "bailão", sei lá se se chama assim aquelas músicas que as pessoas dançam juntas e jogam uma a outra pra lá e pra cá e tal, mas eu odeio.
O que tem isso a ver com a merda? Ah sim... Eu fui num lugar que só toca esse tipo de música. Porque? Me disseram que tinha músicas pra todos os gostos. Só esqueceram de dizer que era pra todos os gostos ruins.
O que restou? Cerveja. Não sou de beber, mas qualquer álcool era melhor do que aquela música. Nunca apreciei tanto uma Skol. E não é que desce redonda mesmo!?!


Como adoro dançar sozinha, dancei sozinha quando todos dançavam juntos. Como as pessoas conseguem dançar juntas? Dança pra mim é liberdade e liberdade não é se grudar, não. Sabe que gosto de forró e adoro dançar forró sozinha. Como? Tenta. É divertido e MUITO mais fácil.


Bom...Se tem quem goste, quem sou eu pra julgar... Mas por favor, nunca imagine meu saltinho 15 sobre seus pés.


Da próxima eu escuto minha intuição... e meu namorado ( eu sei que tu disse, eu sei ).


Mas a companhia das GIRLS valeu tudo. :D










Débora Souza 13.02.10

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

No Piiiiiiiiiiiiii de Bacopari


Bacopari. Aquela cidadesinha no interior de Mostardas. Aquela da crônica passada. Lembram? Não? Ok.

Voltei a Bacopari firme e certa de que ia chegar até o mar, dessa vez, pelas dunas. Eu não cheguei. Na verdade cheguei mas foi pela estrada mesmo e de carro. Não foi emocionante? É ai que vem a melhor parte. Foi tão emocionante quanto andar pelas dunas a pé durante duas a mais horas com muita areia movediça. Foi tudo de GOOD quanto. Isso por que existe peixe que adora se meter em mar de tubarão. Eu sou um Beta no meio do oceano.
A estrada era pra Jipe ou Caminhonete ou Caminhão ou sei lá, qualquer coisa grande. Mas não era pra Uno. E nós fomos de Uno. O nome dele é Godofredo, pra quem não conhece ( Carrinho simpático, um tanto teimoso, mas é só fazer um carinho que ele obedece) .
O pobre Godofredo quase virou, andou no meio de muita água, atolou na areia, foi rebocado por desconhecidos simpáticos e sobreviveu.
Vitória do Godofredo. Como ele está agora? Com um barulho esquisito, só tranca quando quer, da umas engasgadas, mas chegou em casa vivo. Vitória do peixinho que resolveu sair do aquário.

E Bacopari? Há sim, continua a mesma. Linda de babar.



Débora Souza – 08.02.10